domingo, 9 de março de 2014

Quatro garotas são assassinadas em Goiânia

Quatro jovens foram encontradas mortas na manhã deste sábado (8) no Morro do Mendanha, no Jardim Petrópolis, em Goiânia. Duas das vítimas eram adolescentes, de 15 e 16 anos. As outras duas tinham 19 anos.
Os corpos já foram liberados pelo IML depois de serem reconhecidos por familiares, na tarde do mesmo dia, e serão velados durante a madrugada em endereços diferentes.
Segundo a Polícia Militar (PM), populares que passavam pela Rua Santa Rita visualizaram os corpos e acionaram a corporação. O local esteve pela PM para a realização da perícia técnica.
Minutos depois, os peritos criminais analisaram a cena do crime e encontraram dois projéteis e algumas garrafas de bebidas.
O delegado que investiga o caso, Murilo Polati, da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), diz que denúncias apontam que as garotas podem ter vínculos com tráfico de drogas ou com prostituição.
‘Os primeiros indícios apontam que elas foram levadas ao local para serem mortas, talvez ludibriadas. A suspeita é de que pelo menos quatro pessoas participaram do crime que, infelizmente, ocorreu no Dia Internacional da Mulher’.
Já a Polícia Civil, acredita que as vítimas foram executadas juntas, uma ao lado da outra, cada uma com um tiro na cabeça.

Polati analisa os relatos das testemunhas que disseram que as vítimas moravam juntas em uma casa no Bairro São Francisco junto com resultado da perícia sobre quem disparou os tiros, para concluir o caso.
Três das quatro mulheres encontradas mortas no Morro do Mendanha, no Jardim Petrópolis, em Goiânia, na manhã deste sábado (08/03), já foram identificadas, são elas; Mylleide MorganaSinara Monteiro e Rayane Kellry. A quarta vítima ainda não foi identificada.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O Blog do Léo Barbosa coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.
Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.
Obrigado.