LOGO 2 BLOG







Pescadores de Muquém recorrerão ao MPF para coibir repasse de bolsa-pesca


A Colônia de Pescadores Z-70 de Muquém do São Francisco, no vale São - Franciscano, através de seu presidente, Jaílson dos Santos, deve levar a queixa do aproveitamento de falsos pescadores pelo bolsa-pesca, espécie de seguro-desemprego para os pescadores no período da piracema, quando a pesca é proibida, para o Ministério Público Federal (MPF). A intenção é fazer com que o órgão faça a intermediação com o Ministério da Pesca no repasse do seguro-defeso. De acordo com o A Tarde, Jaílson dos Santos já suspendeu a confecção de novos registros como forma de coibir os "pescadores de pé limpo", os falsos pescadores, que já fizeram ameaças à associação de pescadores local. Na lista de beneficiados pelo seguro-defeso, há até políticos locais, caso também registrado em Santa Maria da Vitória, na região oeste. A Polícia Federal também apura irregularidades no seguro-defeso nos municípios de Ibotirama, Barreiras e Riachão das Neves. (A Tarde)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários