LOGO 2 BLOG







Assassino que matou balconista em Baixa Grande foi julgado e condenado a 22 anos de prisão


O Juri Popular aconteceu nesta sexta-feira, 17 de abril de 2015, após ouvir as falas da defesa, acusação e réus, o jure decidiu pela condenação e o Juiz decretou 22 anos de em regime fechado.
Os jurados foram formados por seis mulheres e um homem. O Juiz Leonardo Carvalho de Albuquerque ouviu a primeira testemunha, o Delegado de Policia Civil Dr. Almir Da Silva Góes que afirmou que no momento da prisão o réu ainda estava com a roupa com vestígio de sangue. O acusado recebeu voz de prisão e foi conduzido até a delegacia no qual conversou a autoria do crime.

Às 11h00min horas foi ouvida a segunda testemunha o cliente Emanuel Avelar Suzarte, afirmou que foi Adenival Santana que estava sentado no banco dos réu que tinha assassinado Osnilde. Às 11h40min foi ouvida a terceira testemunha a proprietária a senhora Rosete Bastante. Emocionada, ela afirmou que quem estava sentado no banco dos réus seria o autor do crime.
Às 12h20min foi ouvidas a quarta e ultima testemunha a jovem Ana Paula também afirmou que Adenival Santana foi o autor do crime. Ás 13h20min foi ouvido o réu que negou a autoria do crime, negou a sua própria assinatura do depoimento. Quando o Juiz questionou onde ele estava no momento do crime ele disse que estava pagando uma divida a um conhecido.
O Juiz também questionou o porquê da fuga? O réu respondeu que a população queria linchá-lo. E as 14h00min o Promotor Dr. Thyego pediu a condenação do réu Adenival por assassinar sua ex - esposa com requinte de crueldade e motivo torpe, e em seguida se evadiu do local.
O defensor público Dr. Anderson pediu a absolvição do réu Adenival baseado no depoimento dele. E às 14h50min o juiz pediu 15 minutos para o almoço e retornava para da à sentença.
E às 15h30min O Juiz Leonardo Carvalho De Albuquerque reuniu o conselho de sentença voltou por unanimidade pela condenação do réu Adenival Santana dos Santos por 22 anos em regime fechado.  (Acorda Baixa Grande)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários