LOGO 2 BLOG






Chapada Diamantina: Brigadista é preso acusado de provocar incêndio

Eduardo Góes, militar do Corpo de Bombeiros denunciou, em sua rede social, a possível prisão de um brigadista, acusado de incendiar a mata na região da Chapada Diamantina, na última segunda-feira (23). Eduardo Goés, que faz parte da brigada de Feira de Santana, informou em sua conta no Facebook, que o empresário José Orestes Macedo Moura, 53 anos, conhecido como Terra, dono da agência de viagem Terra Chapada, teria sido preso por bombeiros de Brasília que estavam ajudando no combate. De acordo com Góes, Terra foi preso na localidade do Barro Branco, em Lençóis.

“Um infeliz desse estava como voluntário no combate ao incêndio. O mundo está virado de cabeça para baixo mesmo”, postou Góes em sua página. Procurado pela reportagem, Goés não quis dar declaração, limitando-se a dizer que “as informações que estavam em seu Facebook são as que ele pode passar”. Contactada pela reportagem, a delegacia de Lençóis informou não existir registro de nenhuma ocorrência deste tipo. O bahia.ba tentou entrar em contato com o empresário Terra, procurado em sua empresa, mas até a publicação desta matéria, não obteve sucesso. Em 2014, Terra foi candidato a deputado estadual pelo PCdoB, mas não conseguiu ser eleito, tendo obtido apenas 626 votos.

Indignado, Eduardo Góes apontou que existia uma suspeita de incêndio criminoso em algumas partes da Chapada. “Nós, bombeiros militares, sempre desconfiamos que parte desses incêndios eram causados por alguns brigadistas que atuam como voluntários nesse combate”, disse. (Bahia BA).

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Ele foi preso sim, mas como não foi possível provar que ele estava colocando fogo, já que não havia prova, ele foi preso apenas por porte de entorpecente, maconha. Na delegacia ele disse que a droga era para os brigadistas, que como todos na Chapada sabem, passam o dia subindo as serras pra fumar maconha e quando sobra tempo, apagar algum fogo, depois de colocar, é claro!

    ResponderExcluir

Os comentários não representam a opinião do blog e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação.