LOGO 2 BLOG







Menina de 11 anos vai parar no hospital após levar surra de corda do pai

Uma menina de 11 anos levou uma surra do pai na última terça-feira (17) em Feijó, interior do Acre, indo parar no hospital. A garota chegou ao Hospital Geral de Feijó, a 366 km de Rio Branco, com as costas bastante machucadas e um dedo lesionado.
O médico que atendeu a criança acionou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar. O pai da menina foi detido. O delegado Samuel Mendes afirmou que o pai disse à polícia que bateu na filha por “disciplina”. Ele alegou que a menina estava agindo de maneira desobediente. “Segundo o pai, ele bateu nela com cordas. Ele foi preso e quando o interrogamos ele disse que bateu na intenção de discipliná-la. Além disso, no dia teria sumido um dinheiro do comércio dele, ele alegou que essa não era a primeira vez, e que filha era a única a entrar no local”, contou ao G1.
O pai da menina foi liberado depois de ser ouvido. Ele vai responder por crime de maus-tratos. A garota passou por exame de corpo de delito e foi encaminhada ao Conselho Tutelar. Além dos ferimentos nas costas, a menina estava com um dedo “trincado”, mas ela alegou para a polícia que foi durante uma queda. “Ela disse que realmente desobedeceu o pai, mas sobre o dinheiro ela não falou nada. O pai foi submetido a todos os procedimentos cabíveis. O pai vai responder por crimes de maus-tratos e deve se apresentar a Justiça”, finaliza. (Foto: Evilásio Cosmiro/Arquivo Pessoal)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

1 Comentários

  1. em minha opiniao, isso e desumano q diciplina o q?o nome e maus tratos....espero q a justiça seja feita para q nao aconteça novamente....todo pai e mae tem direito de diciplinar seus filhos ...mas esta atitude nao pode acontecer nem com o coitado de um animalzinho....esse cara nao sabe nem o q e diciplina..crio cinco filhos sozinha e Deus e nunca tive essse tipo de atitude...

    ResponderExcluir

Os comentários não representam a opinião do blog e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação.