LOGO 2 BLOG







Bahia: Com 83% de ocupação dos leitos de UTI, Rui Costa confirma reunião com prefeitos para definir novas restrições



Com o avanço da pandemia e o aumento dos casos ativos da covid-19, a Bahia vai voltar a ter medidas restritivas. Depois do secretário Fábio Villas-Boas informar que a Bahia chegou no limite da disponibilização de novos leitos para covid-19, o governador Rui Costa afirmou que, no ritmo em que estamos, o sistema de saúde baiano corre risco e vai se reunir com municípios para propor restrições.

"Do jeito que está, vamos precisar regredir no que foi feito. Já passamos de 80% de ocupação em Salvador, quatro regiões do estado estão com mais de 90%. Então, é possível que tenhamos que dar passos pra trás na flexibilização", disse Rui.

Foto: Tv Bahia / Reprodução


Ainda de acordo com Rui, o cenário de contaminação neste momento é ainda mais preocupante do que em 2020 e que o Estado não tem mais onde colocar pacientes. "No pior mês da pandemia no ano passado, em julho, tínhamos 800 leitos de UTI. E o número de pessoas aguardando chegou a 80 ou 90 pessoas aguardando. Esse ano, temos o dobro de leitos, nós não comportamos e vimos uma fila de 500 em março e não tem mais espaço pra botar novos pacientes", alerta.

Ele anunciou que vai se reunir com os prefeitos para decidir as medidas que serão tomadas. "Nós vamos fazer uma reunião no final da tarde com os prefeitos da região metropolitana. Temos que tomar medidas porque, quem não adota políticas preventivas, precisa fazer medidas corretivas", explicou.

O governador ainda alertou que os números da pandemia são um reflexo das aglomerações. "Estamos pagando um preço pela irresponsabilidade de alguns que se metem em garagens, galpões e afins pra aglomerar. Quem paga isso é a gente. Uns com a vida, outros com o sofrimento e muitos com prejuízo por conta das medidas que restringem a atividade econômica para evitar o pior", finalizou.

Fonte: Correio 24horas

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários