LOGO 2 BLOG






Filme de cineasta baiano, natural de Mairi, é indicado para concorrer vaga no Oscar




O longa "Deserto Particular", do diretor baiano Aly Muritiba, foi indicado pelo Brasil para disputar uma vaga na categoria de melhor filme internacional no Oscar 2022. Neste ano, a produção faturou o prêmio do público, Premio Del Pubblico BNL, na mostra paralela Venice Days do Festival de Veneza.

A escolha foi anunciada nesta sexta-feira, 15, após reunião do Comitê de Seleção da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais. O longa também será exibido na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, como início no dia 21 de outubro.

O filme, protagonizado por Antonio Saboia (“Bacurau”), conta a história de Daniel (Antonio Saboia), um policial exemplar, mas que comete um erro que coloca em risco sua carreira e honra. Ele sai de Curitiba e vai para o sertão da Bahia procurando Sara, uma mulher com quem se relaciona virtualmente.

Deserto particular estreia nos cinemas do Brasil no dia 25 de novembro. Ele será avaliado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles, EUA, que deve indicar a lista dos concorrentes no dia 8 de fevereiro de 2022. Entre as produções dirigidas pelo baiano Aly Muritiba estão o filme A Gente e Pátio e documentário O Caso Evandro. (Fonte: A Tarde)


Aly Muritiba - Informações da Wikipedia

Aly Muritiba (Mairi, 20 de fevereiro de 1979) é um cineasta brasileiro, ganhador do prêmio Global Filmmaking do Festival de Sundance de 2013 com o roteiro do longa "O Homem que Matou a Minha Amada Morta" e o seu curta-metragem "A Fábrica", foi semi-finalista ao Óscar de 2013, na categoria melhor curta em live-action, ficando de fora da lista final dos cinco indicados para ganhar a estatueta.

Biografia e carreira

O cineasta nasceu no interior da Bahia e em 1998 mudou-se para São Paulo para cursar História na USP. Logo após, mudou-se para Curitiba com a intenção de cursar Comunicação e Cultura pela UTFPR e Cinema e TV na Faculdade de Artes do Paraná.

Em sua filmografia, existem trabalhos como: "Circular", "A Fábrica", "O Homem que Matou a Minha Amada Morta", "Com as Próprias Mãos", "Revolta" e "Poemas Inúteis", entre outros.

Em 2013, o seu filme "O Pátio" foi o único representante latino-americano indicado para a Semana da Crítica, premiação paralela do Festival de Cinema de Cannes.

Em 2015, lançou Para Minha Amada Morta, filme vencedor em sete prêmios, incluindo: Festival de Brasília, de Montreal (Canadá) e San Sebastian (Espanha). O filme estreou nos cinemas do Brasil em 31 de abril de 2016.

Em outubro de 2021, Deserto Particular foi pré-selecionado para representar o Brasil no Óscar 2022. (Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários