LOGO 2 BLOG








Trânsito na ponte sobre o Rio Pardo, na BA-634, é interditado pela Seinfra

Passagem de veículos interrompida na ponte sobre o Rio Pardo, na BA-634 Foto: Divulgação / Seinfra

O tráfego na ponte sobre o Rio Pardo, na BA-634, entre Itambé e Ribeirão do Largo, foi interrompido pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) devido ao grande volume de água da barragem de Machado Mineiro invadir a pista. A equipe técnica do órgão proibiu a passagem de veículos sobre o equipamento na noite da última terça-feira (3). A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) encontra-se no local desde ontem, às 18h. A situação da ponte já estava entre as 63 ocorrências monitoradas pela Seinfra em pontos de rodovias afetadas pelas chuvas das últimas semanas.

Para o deslocamento entre os municípios, a alternativa para os condutores saindo de Ribeirão do Largo é utilizar a BA-270 até Encruzilhada, pegar a BA-632, do entroncamento da BA-270 até o distrito de Inhobim, em Vitória da Conquista, em seguida, a BA-639, entre a localidade de Inhobim e o entroncamento da BR-116. Depois, os motoristas usarão a BR-116, do entroncamento da BA-639 até Vitória da Conquista. Por fim, a BA-263, que liga Vitória da Conquista à Itambé.

Outros trechos de rodovias, nas BA’s 651 e 645, continuam com o trânsito bloqueado. A ponte de acesso à Itapitanga, na BA-651, permanece interrompida após o rompimento do muro de contenção. O fluxo só será retomado depois da obra de recuperação estrutural, que está em fase de elaboração de projeto. Para chegar ao município, o motorista deve utilizar o caminho passando pelos distritos de Itamotinga e Cafundó, na BA-972, ou pela BR-030, na região de Aurelino Leal. Na BA-645, a pista rompeu e a barragem da Urissangas cedeu no trecho entre Angical e Missão do Aricobé. A Seinfra realiza um levantamento para verificar as intervenções necessárias no local.

Confira a lista com os pontos de rodovias baianas afetados pelas fortes chuvas deste mês de dezembro (63):

CLICA AQUI --> Seinfra monitora



Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários