LOGO 2 BLOG







Morre um dos gêmeos siameses de 5 anos na UTI em Goiânia, Arthur será sepultado em Botuporã


Morreu na noite de sexta-feira (27) o menino Arthur Ledo Rocha Brandão, de 5 anos, que passou por uma cirurgia de separação do irmão gêmeo, Heitor, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia. A informação foi confirmada ao G1 pela família dos siameses. A unidade de saúde não esclareceu a causa da morte até a publicação desta reportagem.
Ainda não há informações sobre o estado de saúde de Heitor na manhã deste sábado (28). No entanto, até a noite de sexta-feira ele permanecia internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com febre e respirando com a ajuda de aparelhos.


Os gêmeos eram unidos pelo tórax, abdômen e bacia, compartilhando o fígado e genitália. Os irmãos foram separados em uma cirurgia que começou às 10h30 de terça-feira (24) e terminou cerca de 15 horas depois, às 1h50 do dia seguinte. Desde então, eles seguiam internados na UTI do hospital.
O corpo de Arthur Brandão será encaminhado nesta manhã a Riacho de Santana, cidade do interior da Bahia em que os pais nasceram. Informações do pai da criança, Delson Brandão, no domingo pela manhã, às 9h, o corpo será encomendado na Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Riacho, saindo, imediatamente, para Botuporã, onde, aproximadamente, às 13:30, chegará à casa dos avós.
Siameses

Natural de Riacho de Santana, a mãe dos siameses veio a Goiânia um mês antes do nascimento dos filhos para que eles tivessem acompanhamento desde o parto, em maio de 2009. Após o nascimento, ela voltou para a terra natal por um período e, desde 2010, mora em Goiânia com os siameses. (G1 Bahia)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários