LOGO 2 BLOG







Protesto contra o caos na Saúde ganha as ruas de Ipirá

IMG-20150528-WA0044

Uma multidão tomou as ruas de Ipirá no final da tarde desta quinta-feira (28), para protestar contra o caos que se instalou na saúde pública do município distante 202 km de Salvador.

Há muito tempo que a saúde em Ipirá vem enfrentando sérios problemas devido à redução da demanda no atendimento médico. Ipirá perdeu a Clínica Santo Antônio, a Clinica Santa Helena reduziu o seu atendimento, só restando ao público que depende do SUS o Hospital Municipal que extrapolou a capacidade do seu atendimento.

Os problemas se agravaram com o surte de dengue chikougunya e zica vírus, doenças subestimadas pela Secretaria Municipal de Saúde que permitiu que o caos se instalasse na saúde do município. Para que providências fossem tomadas a população foi às ruas protestar e a TV Subaé foi chamada para fazer uma reportagem sobre o assunto. Denuncias até mesmo de vereadores de fora do município, culminaram com a queda do então secretário Diego Fernandes.

A mobilização desta quinta aconteceu após uma jovem Thay se utilizar dos veículos de comunicação do município e das redes sociais para relatar que sua mãe após sofrer um acidente, foi internada no HMI onde segundo ela, a senhora contraiu uma bactéria hospitalar e se encontra em isolamento sem que o município tenha providenciado para a paciente um tratamento adequado em uma unidade hospitalar de referência em Salvador.

Três grupos se concentraram na Avenida Cesar Cabral, em frente à rádio Ipirá FM e ao Hospital. O manifesto ganhou as ruas com a presença de jovens, estudantes, adultos e crianças, usando cartazes, apitos carro de som e buzina das centenas de motos que se juntaram ao protesto. A Polícia Militar acompanhou de perto o movimento com motos e viaturas. Tudo transcorreu dentro da ordem.

Segundo informações da jovem, após a grande repercussão do caso, a senhora finalmente amanhã a senhora será transferida para Salvador. (Por Jorge Luiz – Caboronga Notícias)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários