LOGO 2 BLOG






História muito triste de Juliana, usuária de crack no Rio de Janeiro

Juliana Silva tinha tudo para ter uma vida de sucesso. Porém, como muitas pessoas, se viciou em crack e agora vive nas ruas. A história da dançarina foi contada em uma reportagem da Rede Record.
Nascida em Sepetiba, zona oeste do Rio de Janeiro, a morena, desde a infância, buscava a fama. Aos 15 anos, ganhou um concurso de Rainha do Carnaval e começou a conhecer o sucesso. Participou de programas de auditório, novelas e se tornou integrante de um dos maiores grupos de funk do Rio de Janeiro.

À Record, a mãe de Juliana, Maria Viana, disse que “ela era ativa, bagunceira, brigona. Me lembro como se fosse hoje”. “Ela viajava muito. Quando ela teve o filho mais novo, deu para o pai cuidar porque não tinha tempo de cuidar da criança”, continua. Porém, a mãe lembra que, com a diminuição no ritmo dos shows e compromissos profissionais, a filha começou a ficar depressiva: “Ninguém mais ligava pra ela, nem contratava. Ela não queria mais tomar banho, se arrumar ou ver pessoas”.
Foi aí que Juliana encontrou refúgio nas drogas e passou a morar na rua. “Ela me batia, dava puxões de cabelo e tapas. Os vizinhos ouviam”, desabafou a mãe. Ela ainda conta que a filha não aceita a ajuda de ninguém e não quer voltar para casa. 

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários