LOGO 2 BLOG






Professor Adenir Carvalho defende dissertação e é primeiro bonitense a conquistar o título de Mestre


Esta semana o município de Bonito, a Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria da Educação do Estado da Bahia foram presenteadas com a titulação do primeiro mestre, o professor Adenir Carvalho Rodrigues. A sua dissertação que trata da Formação continuada de professores do Ensino Fundamental II, teve como titulo: Coordenação pedagógica e os anos finais do Ensino Fundamental: contribuições e desafios para a formação continuada de professores da Rede Municipal de Bonito/BA.

Para galgar o título de Mestre em Educação e Diversidade na Universidade do Estado da Bahia. Destacou em sua dissertação, as mudanças sociais que tem afetado a escola gerando o mal-estar docente, as contribuições que a formação continuada no município tem dado à formação dos professores, bem como os desafios que precisam ser discutidos e enfrentados para que o município continue avançando em sua proposta de formativa.

Perguntado sobre a importância do seu título de mestre para o município e para a sua carreira profissional, ele responde:

Professor - O titulo é muito importante porque traz em sua representação simbólica, os avanços dos processos de profissionalização dos professores em curso na Educação Básica, onde a cada dia os professores têm buscado investir em sua formação, seja inicial ou continuada. O que representa ganhos inestimáveis para a melhoria da educação no município. Por outro lado, os ganhos se configuram principalmente pela possibilidade e credibilidade que os estudos e pesquisas podem trazer para o município como forma de chamamento de todos os envolvidos nos processos de formação. Mas nem só os profissionais diretamente envolvidos nos processos formativos, o chamamento deve se estender a toda sociedade, pois, o que temos presenciado é uma renuncia das demais instituições sociais nos processos educativos, relegando à escola toda a responsabilidade pelo sucesso da educação das nossas crianças, jovens, adultos e idosos.

Nesse sentido, gostaria de agradecer a todos que colaboraram comigo nesta caminhada, aqueles que estiveram diretamente envolvidos no processo, com destaque para os participantes desta pesquisa, professores e professoras de Língua Portuguesa, de Matemática da escola Municipal Herbert de Souza, e suas respectivas coordenadoras e supervisão técnica. O programa de pós-graduação em Educação e Diversidade- MPED e o município de Bonito como todo, com agradecimento à Prefeitura Municipal que fez valer os meus direitos, os quais constam no Estatuto do Magistério do município que versa sobre a liberação dos seus profissionais com licença para a qualificação profissional.


Para concluir esse marco histórico de avanços na formação dos profissionais da educação do município, o nosso mestre ressalta ainda, que os profissionais da educação precisam sentir-se corresponsáveis pela melhoria a educação, lutando por políticas públicas que garantam condições para sua qualificação aliando ao querer se qualificar. Pois, afirma o professor Adenir: “Não adianta políticas de formação se o professor não sentir que precisa continuadamente se formar. Por outro lado, o profissional sozinho não terá condições de empreender essa autoformação, é direito dos profissionais se formarem continuadamente por meio de políticas públicas de educação que oportunize os processos formativos para toda a Rede.” (Professor Adenir Carvalho/Blog do Léo Barbosa)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários