LOGO 2 BLOG







Novo Auxílio Emergencial: calendário de pagamento está pronto

 

crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil

A Caixa Econômica Federal já está preparada para efetuar os pagamentos do novo auxílio emergencial. Foi o que indicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, nesta quinta-feira (18/3), pouco antes de o presidente Jair Bolsonaro apresentar a medida provisória que vai recriar o benefício ao Congresso Nacional.

"Estamos preparados, seja do ponto de vista digital, seja do ponto de vista de atendimento, para mais uma fase desse pagamento", afirmou Guimarães, durante a apresentação do resultado financeiro da Caixa Econômica Federal em 2020.

O executivo explicou que o banco já tem o cadastro dos brasileiros que devem ser beneficiados pelo auxílio emergencial no Caixa Tem. Por isso, poderá disparar os pagamentos por meio do aplicativo assim que o governo federal liberar a lista de pessoas que terão direito ao novo auxílio emergencial.

"Os dados finais estão no Ministério da Cidadania e na Dataprev. Todos eles já têm contas digitais. A partir do momento em que tenhamos os dados, a operacionalização será rápida", afirmou o presidente da Caixa.

Em 2020, cerca de 68 milhões de pessoas receberam o auxílio, mas esse número deve ser menor neste ano, já que o governo fez um pente-fino na base de beneficiários para pagar o auxílio apenas para quem ainda precisa de ajuda do poder público. A expectativa é de que pouco mais de 40 milhões de pessoas recebam o novo auxílio, que será de aproximadamente R$ 250. Os detalhes do benefício devem ser apresentados ainda nesta quinta-feira, pois o presidente Jair Bolsonaro pretende levar ao Congresso Nacional a medida provisória que vai retomar o benefício nesta tarde.

Agências

Para efetuar o pagamento do auxílio emergencial, a Caixa ainda vai reforçar o quadro de pessoal das agências bancárias. "Apesar de ter o banco digital e o aplicativo, dezenas de milhões de brasileiros ainda precisam de ajuda manual para receber os pagamentos", lembrou Guimarães. Ele destacou que:

"Dentro em breve estaremos realizando mais uma etapa do auxílio emergencial. Então, ontem (17), nós anunciamos a contratação de mais de 7,7 mil pessoas, sendo 2,7 mil empregados, 1,5 mil atendentes, 2,3 mil seguranças e 1,1 mil estagiários. Todo esse grupo estará focado no atendimento do auxílio emergencial. É uma demonstração que a Caixa, neste momento tão sensível do Brasil, ajuda tanto na realização desse pagamento, como na minimização das filas e da aglomeração", comentou o presidente da Caixa.

Segundo Pedro Guimarães, os novos funcionários da Caixa serão direcionados principalmente para as agências que concentram os pagamentos do auxílio emergencial, como as agências do Norte e do Nordeste.

Calendário

O calendário de pagamentos e saques do auxílio, no entanto, ainda será divulgado pela Caixa. Segundo Guimarães, o cronograma já foi elaborado e busca pagar o auxílio "o mais rápido possível, evitando ao máximo aglomeração, por conta da questão da pandemia". Porém, ainda precisa da validação do Ministério da Cidadania e do presidente Jair Bolsonaro para ser publicado.

"Do ponto de vista técnico, a Caixa está preparada, como fez em 2020, fazendo o equilíbrio entre o pagamento nas agências e o digital, tendo como objetivo básico ajudar as pessoas em elas recebendo recursos e evitar aglomerações", afirmou Guimarães, que prometeu apresentar esse cronograma assim que tiver todas as aprovações necessárias da Cidadania e do Planalto.

Fonte: Correio Braziliense

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários