LOGO 2 BLOG






Secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira, concede entrevista à Radio Ipirá FM

 

Secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira

A secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira, participou do programa Conexão Chapada, da rádio Ipirá FM, na manhã desta segunda-feira (29), quando destacou as principais iniciativas para o enfrentamento à violência contra as mulheres no estado. Entre ações do Governo da Bahia, Julieta Palmeira citou a ampliação dos serviços da Delegacia Digital da Polícia Civil, que desde agosto do ano passado registra todos os crimes de violência contra as mulheres, e também a implantação do Zap Respeita as Mina, iniciativa da SPM-BA que oferece orientações às mulheres acerca da violência doméstica e familiar e possibilita pedir ajuda em casos de emergência. 

“Aquela mulher que está em dificuldade de ir até uma delegacia, que tem dificuldade em ligar, de fazer uma ligação de áudio porque o agressor está mais tempo em casa, está monitorando, ela salva no seu celular o número do Zap Respeita as Mina e pode, em situação de risco ou mesmo para pedir orientação, ela pode acionar o zap por mensagem de texto”, disse. Segundo o IBGE a maioria das mulheres na Bahia acessa a internet pelo celular. 

Julieta Palmeira pediu apoio na divulgação do Zap Respeita as MIna, ainda pouco conhecido no interior do estado. Em pouco mais de três meses de funcionamento, apenas 17 municípios da Bahia geraram chamadas para o serviço. Mais de 70% dos chamadas são originárias de Salvador e Região Metropolitana.

Durante a entrevista, a titular da SPM-BA abordou também a desigualdade de gênero no mercado de trabalho, que limita a participação da mulher em cargos de chefia e também acaba remunerando menos as mulheres em relação aos homens, mesmo quando ocupam as mesmas funções. Julieta Palmeira ainda ressaltou, também, a importância da Bahia ter uma secretaria específica voltada para a elaboração de políticas para as mulheres a partir de ações transversais com outras instâncias do estado. A SPM-BA 10 anos de fundada em maio e é uma das poucas mantidas no país.

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

0 Comentários